Lendas Urbanas III – O médico psicopata

 

Este é o relato de duas mulheres, mas ninguém sabe até que ponto é verdadeira.
Uma mãe estava fazendo compras com o seu filho e, de repente, a criança desapareceu.

Ela avisou a administração do estabelecimento. Que inicialmente anunciou no microfone. Após algum tempo sem obter resposta, o gerente solicita aos funcionário que ninguém deveria entrar e que ninguém deveria sair, para que a criança fosse achada.

Depois de algum tempo quando todos no mercado já reclamavam da confusão, o telefone celular de um cliente que se dizia médico tocou, e ele falou ao gerente:

– Eu sou médico e tenho que fazer uma cirurgia de emergência! Por favor, me deixem sair!

Diante da situação o gerente liberou a saída do homem.

O homem pegou sua maleta e se dirigiu para a “cirurgia”.

Depois, de meia hora, um açougueiro achou o corpo da criança desaparecida dentro do frigorífico do mercado, sem os rins.

Em um outro mercado uma senhora de idade fazia compras acompanhada de sua neta. A menina andava logo atrás da senhora. Quando a senhora vira para a prateleira e se distrai por alguns segundo, a menina desaparece.
O gerente chama pelo microfone pela menina, e solicita que alguns funcionários ajudem a procurar a criança. Um dos funcionários aborda um rapaz vestido de médico, e pergunta se não havia visto uma menina com as características da desaparecida, o tal médico alegou que precisava fazer um parto de emergência e sai rápido do mercado. Meia hora depois, uma funcionária achou a menina morta, sem os rins, dentro de uma caixa no depósito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: