Ehhh Amigo, essa é a Cidade de Curitiba!

julho 14, 2010

Eu gosto de Cu… ritiba

julho 12, 2010

Bonde das Impostora – Curitiba Funk City

julho 11, 2010

MAIOR BARRIGA DE CURITIBA

julho 10, 2010

Primeiro surgiu o…

MAIOR TRAPEZIO DE CURITIBA

Agora a resposta…

MAIOR BARRIGA DE CURITIBA

Entrevista em Curitiba: Você acredita em simpatia?

julho 10, 2010

Comendo uma Mimosinha

julho 9, 2010

Hino do BOQUEIRÃO

julho 9, 2010

Curitiba na Wikipedia em inglês

julho 9, 2010

Procurando coisas legais para postar nesse blog pensei:

– Que tal a wikipedia? Mas  todo mundo vai na wikipedia!

E ai que veio a brilhante idéia! Na wikipedia em inglês ninguém foi ainda!

Passando por lá, encontrei algumas pérolas que irei numerar aqui. Segue:

Curitiba (Tupi-Guarani: “Pine Nut Land)

Name

One theory about the name “Curitiba” comes from the Tupi words kurí tyba, “many pine seeds” due to the large number of seeds of Paraná pines in the region prior to its foundation. The other version, also from the Tupi language, comes from the combination of kurit (pine tree) and yba (large amount).

The Portuguese who founded a village in 1693 gave it the name of “Vila da Nossa Senhora da Luz dos Pinhais” (Village of “Our Lady of the Light” of the Pines). The name was changed to “Curitiba” in 1721. Curitiba officially became a town in 1812, spelling its name as Curityba. An alternative spelling also came up: Coritiba. This spelling looked to become dominant for it was used in press and state documents, but a state decree in 1919 settled the dispute by spelling the city name Curitiba.

Tourism and recreation

Botanic Gardens


Curitiba’s trademark, created to resemble French gardens, rolls out its flower carpet to the visitors right at the entrance. The greenhouse, with a metallic structure, has botanic species that are national symbols, and also a water fountain.

The native forest is filled with paths for walking. The Botanic Museum attracts researchers from all over the world. There is a space for exhibitions, library and a theatre.

German Woods


The wood has various features to celebrate and promote the German traditions. There are 38 thousand square meters of native forest, which was part of the old farm from the Schaffer family. The replica of an old wooden church, built in 1933 at the Seminário neighbourhood, with neo-gothic decorative elements, shelters a concert hall called Bach’s Oratorium.

Other attractions are the John and Mary path, which tells the Grimm brothers tale, a children’s library, the Philosophers Tower, a wooden observatory allowing a panoramic view of the city and the Ocean Ridge, and the German Poetry Square, with a reproduction of the Casa Mila façade, a German building from the beginning of the last century, originally located in the city centre. It’s closed for remodeling at the present time.

Japan Square


Homage to Japanese immigrants who settled there dedicating themselves to agriculture. Scattered around the square are 30 cherry trees sent from Japan and artificial lakes. In 1993 the Japanese Portal, the Culture House and the Tea House were built.

Wire Opera House


It is one of the emblematic symbols of Curitiba, with tubular structure and transparent ceiling, of great beauty. Inaugurated in 1992, it caters for all types of shows, between lakes, typical vegetation and cascades, on a unique landscape. The Wire Opera House is part of the Pedreiras Park, together with the Paulo Leminski Cultural Space, where the Passion of Christ was enacted, and hosted many other big events since 1989, and can hold, in the open air, 10 thousand people seated or 50 thousand standing.

Tanguá Park

This park was inaugurated in 1996, the Tanguá Park surprises with its beauty as an example of urban space being re-utilized, on one old complex of disactivated quarries, and it is part of the Barigüi river preservation project joining Tingüi and Barigüi parks. This park with an area of 450 thousand square meters has two quarries connected by a 45 meter tunnel that may be crossed on foot by a path over the water. It can be visited on boat or on foot (hiking). The park has a cooper and bicycle track, snack bar, belvedere and Poty Lazzaroto garden.

In popular culture

Oilman

Born as Nelson Rebelo in 1960, eldest of three sons, “Oilman” is a famous persona of Curitiba assumed by a former college professor on the streets. According to local legend, Nelson was retired from his career for mysterious reasons, although his physics seminars maintained an excellent reputation where he taught at UFPr Sciences.

Nelson’s street performing began where he attended college, at the Leontius Cooper school in Curitiba, when with the encouragement of other colleagues he publicly impersonated Elvis Presley, including dress, speech habits, and full musical performance. This happened in honor of the birthday of the college director, at the time of Elvis’s death. This was a tremendous local success leading to local TV broadcasts.

However, according to residents of Curitiba, sometime thereafter, Nelson suffered a psychotic breakdown in class. In the midst of a lecture, the romantic interest he expressed for a student was not returned. According to the official version from the college, he retired for health reasons.

Following his retirement, he reemerged on the streets as the “man who smeared oil on himself and rode his bicycle wearing only a tiny speedo”. But according to Nelson, his character was inspired by Arnold Schwarzenegger, Sylvester Stallone, and Steven Seagal. Over the years, Nelson has attracted more than 300 different names for his outlandish street character, such as “Herman Munster”, “Underwear Man,” and “Hero of Curitiba”, the best known being the Oilman.

Rebelo Nelson plans to release a book about his character soon in the future.

INRI Cristo

Curitiba is also the home of Brazilian media personality, INRI Cristo, an ethnic German born Iuri Thais who claims to be a reincarnation of Jesus Christ. He has traveled the world seeking donations until returning to his homeland and establishing a school for his disciples seated on plastic lawn chairs. He is a frequent guest on Brazilian comedy talk shows and boasts of numerous arrests by Brazilian police.

Isso é so um resumo quem quiser ver mais coisas pra rir, e só acessar o link:

http://en.wikipedia.org/wiki/Curitiba

Lendas e contos populares de Curitiba

julho 9, 2010

Não há cidade, região, bairro e afins que não tenham uma lenda estranha, um conto assustador, um mito verossímil ou uma história mal explicada para serem passadas de boca em boca. Curitiba não é exceção.

A realidade se mistura com a fábula, e a imaginação do povo vai espalhando, oralmente, mais lendas por todos os cantos. Sendo assim, ocorre o aumento de ilusões e o número de pessoas que afirmam, realmente, ter visto e até vivido cada uma delas. A dúvida fica – será verdade? Será mentira? Difícil dizer. Depois do fato de ter passado por vários caminhos, a história se perde entre a realidade e a fantasia – e essa é a melhor parte.

Além de todas as características peculiares, nas lendas sempre vai existir um herói. Sempre vai existir um vilão. Mas, no meio disso, sempre vai existir quem vai achar melhor prevenir do que remediar.

A lenda do negrinho do pastoreio

É uma das lendas do sul mais conhecidas no Brasil. Dizem que o negrinho do pastoreio era um escravo de quatorze anos que trabalhava numa fazenda. Em um dia, o seu patrão ordenou que o rapaz fosse pastorar seus cavalos. No fim deste, na volta de seu trabalho, embora tenha procurado muito, chegou ao estábulo com um cavalo a menos. O seu patrão castigou-o com muita severidade; foram chicotadas tão fortes que chegaram a tirar sangue do rapaz. O homem lhe disse “amanhã, se não encontrar o meu cavalo, vai ser castigado de forma ainda maior”.

No dia seguinte, após muita procura, o menino encontrou o cavalo, mas para seu azar ele escapou do laço e novamente sumiu. Quando voltou para o estábulo e seu patrão o viu sem o seu animal, além das chicotadas, amarrou o garoto em cima de um formigueiro. Quando amanheceu, o senhorio foi ver como estava o rapaz e teve uma surpresa. Ele estava de pé, intacto, sem marcas de formigas ou chicotadas. Ao seu lado estava Nossa Senhora e todos os cavalos, inclusive o que havia se perdido.

O homem jogou-se aos pés de seu escravo, pedindo perdão. O rapaz nada lhe disse, somente beijou as mãos da Santa, montou em um dos cavalos e foi embora.

A lenda do fantasma da grávida da Praça da Ucrânia

Dizem que, toda sexta-feira, uma mulher grávida ia passear com o seu marido na feira de comidas da Praça da Ucrânia. Numa noite muito fria, ela chegou em uma barraca e pediu um sanduíche de mortadela. Enquanto esperava o seu lanche, um motoqueiro apareceu e começou a atirar em todos os presentes. Uma das balas atingiu a mulher, que morreu na hora.

Agora, toda sexta-feira, na Praça da Ucrânia, aparece uma grávida muito misteriosa que, como morreu sem comer seu sanduíche, pede para alguém comprar um para ela.

A lenda da erva-mate

Quando se fala em erva-mate, a primeira lembrança é a bebida que pode ser produzida com a erva. Mas poucos sabem que existe uma lenda para explicar o surgimento da árvore da erva-mate. A história diz que Deus passeava com São José e São Pedro pela região do Paraná até que todos ficaram muito cansados. Vendo a situação dos homens, um casal de velhinhos ofereceu sua casa para os três descansarem.

Como uma forma de agradecer o gesto, Deus transformou a linda filha deles em uma bela árvore com o nome de erva-mate. E mesmo que ela fosse cortada, continuaria se vestindo de novas folhagens e viveria eternamente.

A lenda da loira fantasma

Essa é uma lenda que remete aos anos 70. Dizem que Lurdes, uma moça loira, muito bonita, resolveu pegar um táxi à noite. O que ela não sabia, era que este motorista em particular era totalmente louco e pervertido. O tarado a seqüestrou e a levou para um matagal, onde a estuprou e matou. Mas, para azar do taxista, ela fazia parte de uma seita mágica e seu espírito continuou rondando.

Um mês mais tarde numa chuvosa e fria madrugada, uma mulher de capa preta entrou no carro e pediu para ir em direção ao cemitério municipal. Em meio a uma conversa estranha, a moça tirou um véu que cobria seu rosto. O motorista reconheceu a moça, ficou desesperado, teve um ataque de asma e morreu. A loira teve a sua vingança, mas até hoje assombra os taxistas.

Fonte: Informações cedidas pela Prefeitura de Curitiba e Governo do Paraná

Linha Turismo

julho 7, 2010

Só em Curita mesmo…


%d blogueiros gostam disto: