As Mulheres Curitibanas

A famosa polemica sobre as curitibanas, pensei em reescrever um post que li, copiar algumas informações e tudo mais, mas o post do rapaz estava bem escrito, bom pelo menos eu assumo que não é meu, e o link do blog BS2M, esta logo abaixo no final do post.

Como é a mulher curitibana

INTRODUÇÃO:

Essa é a quarta vez que vou escrever sobre uma brasileira de uma determinada cidade do país.

Ao mesmo tempo em que é divertido é também uma grande responsabilidade caracterizar habitantes de uma dada região, afinal, não quero cometer injustiças.

Com a experiência dos outros textos, vou primeiramente explicar como é a mecânica deste trabalho.

Vamos analisar as mulheres como um grupo, traçando um perfil médio para todas, nada do que for falado aqui é válido para 100% das curitibanas, afinal, cada uma tem sua individualidade.

Vou citar um exemplo. No texto sobre as paulistas há um trecho que se refere ao fato de as paulistas irem a academia com uma camisa amarrada na cintura para não mostrar a bunda. Aí um idiota me escreve assim: “Ah… Eu conheço umas que não vão a academia com a camisa na bunda”. É óbvio que várias vão sem a camisa, mas a maioria não.

Falando com sinceridade, permaneci em Curitiba durante uma semana, então não pude conhecer as curitibanas tão bem quanto eu pude conhecer as catarinenses e as paulistas, as quais eu tive bastante contato, e as cariocas, que são da minha cidade, mas, o que pude conhecer passarei aqui com toda a franqueza.

Durante minha estada andei bastante de ônibus, fui a restaurantes, discotecas, lojas, shoppings, pontos turísticos e outros lugares que fosse possível ter contato com as habitantes.

PRIMEIROS CONTATOS:

Antes mesmo de chegar a Curitiba, eu já havia combinado com umas leitoras do site de nos encontrarmos para uma conversa social. Dentre essas uma desistiu do papo quando eu cheguei, Karina, e a outra, Letícia, disse para eu procurá-la no restaurante Madalosso, eu fui lá e me disseram que essa Letícia não existia. A terceira, Cristina, se encontrou comigo, andamos pela cidade, visitamos um museu no centro, conversamos, rimos e nos divertimos bastante. Só há um detalhe com a Cristina, ela é do nordeste e mora em Curitiba há somente dois anos, então não serviu para o estudo das curitibanas.

Durante todo o período em que permaneci na cidade eu ouvi todos os tipos de palavras pejorativas sobre as curitibanas, a grande maioria delas eu não pude comprovar se eram usadas indevidamente ou não.

Um dos adjetivos negativos que eu comprovei, ou pelo menos tive fortes indícios que deve ser verdade, é o adjetivo inconfiavél, já que duas pessoas que se diziam minhas amigas furaram comigo.

Em compensação, conheci uma outra menina, a Roberta, curitibana legítima, moradora do bairro Xaxim, 19 anos, filha única, evangélica e uma simpatia. Nós não tínhamos nenhum amigo em comum, nos conhecemos lá mesmo e jantamos junto passeamos bastante, marcamos para sair novamente e foi tão bom quanto o tempo que passei com a Cristina. A Roberta foi minha guia turística e me deu o seu ponto de vista sobre as mulheres da cidade.

O QUE FOI FALADO E O QUE FOI VISTO:

Muito tinham me falado sobre o fato de os curitibanos serem um povo fechado, isso também tem uma boa dose de verdade, todavia, essa dose é bem menor do que dizem. Um pouco desse fechamento é devido à apatia local, e um outro pouco devido às características da cidade. Uma minoria acha que será mais respeitada se for fechada, e por isso se tornam menos simpáticas.

Uma situação no mínimo estranha eu pude constatar ao vivo e vou lhe contar… Estava indo visitar um amigo morador da cidade e estava com dificuldades de achar o caminho, liguei para o seu escritório e ele me disse para eu ficar onde eu estava que passaria para me pegar. Estava em frente a uma farmácia que fica em uma avenida que passa em frente ao Centro Politécnico da UFPR. Estava um frio do cão, e eu congelando sem luva e sem gorro. E não podia colocar as duas mãos no bolso, pois, em uma eu carregava o meu portifólio de fotografias. O portifólio é uma pasta tamanho A4 bem fina, onde só é possível guardar papel. Eis que depois de 10 minutos de espera, me aparece um segurança de uma empresa de vigilância particular chamado pelo gerente da loja, que na sua suprema visão, achou que eu estava ali esperando e congelando de pé, com uma pasta na mão dando um tempo para depois assaltar a birosca. É claro que não me chateei em nada com isso, afinal direito dele de chamar quem ele quisesse, desde que não viesse me incomodar, tudo bem, como o guardinha não veio falar comigo, não esquentei com nada, e nem dava com aquele frio. Mas, para mim isso foi uma amostra do pensamento local.

Outra coisa que não posso afirmar é se as Curitibanas são gostosas. Como viajei no inverno eu só via casacos e calças, não lembro de ter visto nenhuma coxa. A cidade tem uma concentração boa de academias, tive a nítida impressão que a concentração era maior do que a de São Paulo. Isso é um indicador de prática de esportes, e isso indica também que as curitibanas devem ter um corpo legal.

Quanto à beleza de rosto eu posso dizer que realmente são bonitas. Como a população é relativamente grande, a seletividade de mulheres bonitas não é tão alta como em Florianópolis, mas, ainda sim, muitas mulheres bonitas.

AS CURITIBOCAS:

Uma unanimidade na opinião das pessoas é que as curitibanas só querem saber de homem com dinheiro, carro caro, roupa de marca e coisas relacionadas a status. Eu perguntei se alguma delas era assim, ninguém admitiu ser, mas confirmaram que o pensamento na cidade é mais ou menos desta forma, principalmente no caso de umas garotas chamadas de Curitibocas, que são as marias gasolinas do pedaço. Não sei afirmar com certeza se esse tipo de mulher habita a capital do Paraná, mas, os indícios eram bem fortes.

Da mesma forma, quando eu perguntava se eram fechadas, as respostas eram: “Eu era mais já melhorei”, “Eu não sou mais a maioria é”. Apenas uma estudante de enfermagem que eu conheci no ônibus Inter 2, me disse que era fechada. Mas na minha interpretação ela não tinha nada de fechada, ela era sim muito tímida.

As curitibanas que estudavam na UFPR e participavam do congresso de estudantes de engenharia química eram todas muito simpáticas e comunicativas. Não tenho nenhuma reclamação a fazer delas, a não ser o quarto que elas me colocaram, que era mais frio do que uma geladeira.

O frio é um fator que influencia muito a convivência das pessoas, em cidades. As cidades quentes de praia abrigam os povos tidos como os mais alegres, como: Rio, Salvador, Maceió, Recife. Em um frio daquele, até eu me senti mais introspectivo, não é de admirar que o povo de lá também o seja.

PARA QUEM QUER BEIJAR EM CURITIBA:

Andando pela rua, é possível trocar uns olhares com algumas mulheres, mas nada parecido com as trocas de olhares que se consegue em Floripa, ou no nordeste, nesse sentindo as curitibanas se parecem muito com as cariocas, preferem morrer de curiosidade a olhar um cara bonito na rua e correr o risco dele pensar: “Aquela mulher esta me dando mole”.

Se você for a uma discoteca, eu fui a duas (Callas, Usina do Som), e dançar bem você com certeza vai chamar bastante a atenção, os curitibanos não são dançarinos natos como os baianos no axé, ou os cariocas no funk e dance.

Para quem pretende ir a Curitiba beijar curitibanas, eu aconselho a não ir. Vá a Floripa, que é perto e tem muito mais mulher e no mínimo são tão bonitas quanto. Fora que o fato de não tem curitibocas interesseiras e em sua esmagadora maioria as manezinhas da ilha são simpáticas e abertas, e você não ouve esse papo de fechada por lá, eu pelo menos não ouvi. Ou seja, vá à Curitiba se tiver outras intenções que não conhecer o amor da sua vida, pois lá não é um dos locais mais fáceis para se conseguir uma namorada.

FILOSOFIAS SOBRE AS CURITIBANAS:

Uma explicação que eu imaginei para a atitude em Curitiba é que a cidade é grande, mas não é grande o suficiente para deixar de ser provinciano. Tem um bom padrão de vida, tem pobreza, mas não muita, tem riqueza, mas passa longe de ser São Paulo, é muito frio o que atrapalha de certa forma o convívio social.

Vamos analisar juntos. Em uma cidade quente e principalmente uma cidade quente com praia, as pessoas são mais despojadas, usam roupas básicas e tendem a se preocupar mais com o corpo, para exibíi-lo, do que com uma roupa de grife, já que as oportunidades de exibi-las são menores. Não estou dizendo que em uma cidade quente não se de importância nenhuma à roupa, nem que em uma cidade fria não se da nenhuma ao corpo, só estou dizendo que são menores. Numa cidade que se da mais importância a algo material como a roupa, a algo como o corpo, é claro que a tendência é de se valorizar mais o dinheiro, valorizar de uma forma negativa, de uma forma ostentadora, e ostentação é algo com o qual devemos ter muito cuidado.

Para fechar o papo vamos listar abaixo alguns resultados da estatística do Interrogatório Feminino geral, e vamos comparar com os resultados específicos das curitibanas.

45) Prefiro homens que não bebem
Responderam sim:
Curitiba: 31%
No geral: 52%

80) O que você prefere no motel?
b) ele paga
Curitiba: 25%
No geral: 18%

130) Você gosta/gostaria de ser tratada como puta, mesmo como fantasia?
Responderam sim:
Curitiba: 44% (Tai a Francine de Curitiba pra confirmar)
No geral: 56%

131) Gosta/gostaria de um dia transar com dois homens?
Responderam sim:
Curitiba: 41%
No geral: 48%

134) Gosta/gostaria de realizar alguma fantasia envolvendo um desconhecido?
Curitiba: 31%
No geral: 40%
No momento em que esses dados foram analisados 32 curitibanas haviam respondido ao interrogatório.

As perguntas acima apresentam todas mais de 6% de discrepância entre as respostas gerais e a das curitibanas. Como 32 habitantes de Curitiba responderam, fiz uma comparação direta, uma vez que o número é superior ao número da distribuição de t-Student.

Nos demais números que analisamos, não foi possível identificar uma grande diferença nas escolhas das curitibanas, em relação ao restante das mulheres.

Os números acima dão margem a interpretações, essas interpretações eu peço que você faça e coloque aqui em baixo na área de opiniões.

Copiei descaradamente do blog BS2M

Tags: , , ,

35 Respostas to “As Mulheres Curitibanas”

  1. Carol Says:

    Você é um ridículo que não entende nada de estatística! Manézão!

  2. Lightwar Says:

    Uma curitiboca ja se manifestou, :)

  3. silva Says:

    já respondi em outro blog e resumo aqui dinovo:

    “achei massa o bafafá todo,mas dizer que tem que ter grana$$$$$ é partir de um pressuposto que a atração sexual vem do dinheiro e não do instinto natural de reprodução e sexualidade.bicho na boa mano, acho que tem homem que expressa sex appel e é pegador e outros que naum, e dae colocam a culpa em algo externo.
    eu nunca faria um curso pra atrair mulher porque acho que isso é coisa de fracassados,esse loquinhos aqui são de curitiba,mas cada um é cada um”…
    http://www.youtube.com/user/EnigmaSocial#p/a/u/1/f5JXyX4K9tQ

    • Zil Says:

      Cara, a gente brinca quando fala de dinheiro…
      na real a mulher curitibana e bem chata, criteriosa e tals, e o homem curitibano não tem muito saco.
      Uma coisa legal seria se todos nos curitibanos fossemos mais sociaveis, e os homens, tivessem mais paciencia para bajular as meninas.

  4. ana Says:

    Nossa as mulheres são criteriosas ou vc que é babaca de mais!
    mulher curitibana não se preocupa apenas com status, e nem valoriza tanto futilidades esteticas, a inteligencia é algo muito mais excitante que um abdomen definido! primeiro aprenda a ter um bom papo apreciar as coisas boas e volte a Curitiba!

    • Zil Says:

      Nossa as mulheres são criteriosas ou vc que é babaca de mais!
      mulher curitibana não se preocupa apenas com status, e nem valoriza tanto futilidades esteticas, a inteligencia é algo muito mais excitante que um abdomen definido! primeiro aprenda a ter um bom papo apreciar as coisas boas e volte a Curitiba!

      Não, eu não sou babaca. Principalemente porque não foi eu quem escreveu o post.
      Agora pense, se vc gosta de um cara porque ele é inteligente, sabe como isso se chama CRITÉRIO, logo, vc é criteriosa.
      Por ultimo, eu sou pobre, feio e gordo. Mas sou casado, significa que tenho um bom papo, eeeeee pra piorar (olha só), sou de Curitiba.

      RÁ!

      Esquece, a sua resposta é a prova do que o cara escreveu no post…

      Eeeeee, sim, vc é chata… Mas todas as curitibanas são legais

  5. MSX GOLD Says:

    Curitibana não é criteriosa, é um pé no saco. Por isso que os homens não tem saco em Curitiba. É de tanto que elas dão no saco.

  6. Esfinge Says:

    Eu não suporto mulheres curitibanas. São frescas, metidas, fazem cara de nojinho por qualquer coisa. Umas chucras!!!

  7. cayke Says:

    as mulheres curitibas sao maravilhosas só quem realmente conhece sabe….sao lindas, tem bom gosto. dizem q mulher curitibana é fresca, mais esse é o charme delas

  8. emanuell Says:

    A maioria das curitibanas são complexadas, são ruins de cama e não tem nenhuma habilidade de conquistar qualquer homem, são 100% passivas na arte da conquista, desprezam sistematicamente todos os homens, se o cara é mané desprezam (com razão), se o cara é rico, inteligente e ainda por cima lindo também desprezam pois acham o máximo contar p as amigas que chutaram um cara desse nível…
    Ou seja as curitibanas acabam sempre sendo escolhidas, quando estão virando tia bate o desespero e casam com o primeiro nerd que dê em cima delas.
    Também quase não saem de Curitiba e acham que isso aqui é cosmopolita, deveriam ir até São Paulo para ver o que é mulher caçar homem, em Sampa as mulheres quase sempre conquistam os caras que querem, não existe o menor grau de comparação com as mulheres de Curitiba é como se fosse outro planeta…

  9. robert Says:

    aqui um blog de quem conhece com a palma da mão as curitibanas falando sobre elas

    http://asverdasdequevcdesconhece-robert.blogspot.com/2012/01/mulher-curitibana.html

  10. arabella Says:

    Curitibanas, diferentes das tão admiráveis, cariocas, ou mulheres de Florianópolis, tem respeito próprio.

  11. belle Says:

    claro que vocês tirariam essa conclusão das Curitibanas, vocês são idiotas demais pra elas.

  12. Tinininho Says:

    Uma semana em Curitiba tendo convivio “mais duradouro” com 2 pessoas e com uma pesquisa de 32 pessoas.

    Primeiramente, muito pouco tempo para poder definir algo bem embasado, independente de ser fato ou não, ou somente opinião.
    Segundo, uma pesquisa com mostragem de 32 pessoas é insignificante.
    Terceiro Curitiba é cosmopolita e este fato não influência somente sua cultura mas tambem seu comportamento, o povo curitibano é extremamente segmentado, e sim é bem provevel que em um determinado segmento seja possivel encontrar o clássico perfil da curitiboca, assim como tambem é possivel encontrar o perfil da clássica brasileira, simpática e sensual.Portanto a sua impressão e opinião estará de acordo com os locais que você visitou eo horário.
    Quarto item, o fato de em outros locais o corpo ser mais exposto é claro que a sensualidade e conquista estará mais explicita, porem o flerte, os sinais de paquera, a conquista de uma mulher de curitiba é diferente. Só homens idiotas se frustam com mulheres “dificeis” (no caso que largam o cara falando sozinho quando vem com “pô mina/filé to amarradão em você”). As “Mary Diesel” existem em todo o mundo não é uma exclusividade de Curitiba, portanto se apegar a este fato ao falar das mulheres da cidade é deixar-se influênciar por pré conceitos e não usar da mesma perspectiva de análise que usou ou usaria para outras localidade. A conquista para a Curitibana é mais do que uma frase bonita ou um elogio regado a ferormonios, é um conjunto de caracteristicas onde cada uma tem as suas definidas e cabe ao Homem conseguir decifra-las, AS CURITIBANAS SÃO O ENIGMA DA ESFINGE ou você decifra ou elas te devoram, e no caso devorar é te dar o fora, até mesmo de forma brusca e algumas vezes contrangedora, o que muitos chamas de “idiota”.

    Poderia fazer um comentários 5x maior do que fiz até aqui mas tambem não sei se faria diferença.
    Mas o que é importante frisar é que:
    Rotular o que não se conhece o conteúdo não é certo!
    Sim “mas o complicado é chegar a esse ‘conteudo'” sim claro que é mas quem esepera tudo de mão beijada de fácil acesso não consegue nada, não que seja o caso da pessoa que escreveu o texto. Mas as vezes se exige mais tempo e mais conhecimento para poder concluir. E normalmente as batalhas mais dificeis são as que tem as maiores glorias e prazeres.

    Faça uma mulher sorrir que em qualquer lugar do mundo você conquista ela.

    • Zil Says:

      Otimo comentario.
      Cara, eu acho que vale a pena falar com uma curitibana, elas são diferentes.
      Eu gosto de pensar assim, existem sim curitibanas pretensiosas, não são todas, na verdade, e menos que a maioria (a cada 10 curitibanas, so 3 são assim).
      E bem eu concordo com você!
      Mas existem garotas, que, voce fiz: Oi!
      E ela diz, não fale comigo.

      Sim, isso ja aconteceu comigo, e eu so queria pedir para passar porque ela estava na frente.

      De resto, eu adoro as curitibanas, de paixão. Ate casei com uma, olha só!

  13. Thiago Says:

    hehe

    Eu já fui a Curitiba umas 5 ou 6 vezes a trabalho e sempre me dei bem, inclusive, na primeira vez que eu fui eu fiquei com uma mestiça gatinha, até me levou pra ver um jogo do atlético paranaense…

    Uma outra vez, fui numa balada chamada VICTÓRIA VILLA (sertanejo) e uma moça que veio pra cima de mim, me beijou do nada, só porque parei na frente dela.

    Na boa, acho que não existe mulher dificil, é questão de sorte e, claro, precisa ser um pouco bonitinho, ser estiloso sempre atrai mulheres, independente do estado/cidade, etc.

    meu facebook:

    thiago nerdmod

    abraços.

  14. Suh Says:

    Eu acho muito fácil escrever críticas sem base, se eu fosse vc morreria de vergonha, está mto mal feito! Não só a das Curitibanas, vc está perdendo seu tempo, isso é um lixo!

    Não sou Curitibana… Eu cresci em SC, morei anos em Ctba e hj moro no RJ!

  15. Lu Bionazzi Says:

    Piá tu não sabe de nada sobre nós !Se eu fosse tu,morreria de vergonha,está muito mal feito,péssimo !

  16. PAULISTANO O MELHOR POVO DO BRASIL Says:

    Tudo isso que está escrito é verdade é só olhar o Big Brother Brasil daquela CURITIBOCA que foi a mais rejeitada, e também esta na tv CURITIBANAS as ladras modelo do brasil.As curitibanas foi a pior mulher que já conheci pior que chinesa,coreana e outras,Elas são bem antipáticas interresseiras uma verdadeira geladeira, além de feias quase todas são brancas como a neve por que aqui quase não tem sol, uma vez chamei uma curitiboca pra ir ao motel e ela me perguntou pra fazer o quê, Quase todas usam drogas e bebem mais que as paulistas e cariocas, são bem ignorantes já vi muitos homens apanhando na rua de suas CURITIBOCAS,vcs lembram da MISS CURITIBA, Aquela loira que dizia ser delegada e a gangue das loiras que ia para são paulo roubar então assim é as cuitibostas, CURITIBANAS nem se fossem as únicas mulheres do planeta…

  17. Rafal Says:

    elas não dão muita bola pra qualquer um e muito menos se dá só por uma cantada ruim , ELAS NÃO SÃO FÁCEIS , os que dizer que as curitibanas são interesseiras é mentira , não se pode falar no geral sendo que você mal conhece aqui , não escreva coisas inúteis dessas , sinta vergonha de estar falando de um povo que você nem conhece direito , você percebe o que escreve ? não ficou nem um mês aqui e quer escrever uma bosta dessas !

  18. Juliano Says:

    hahahaha , o cara nem fica muito tempo aqui e vem escrever um lixo desses , namoral , se você quiser pegar uma puta , vai para um bordel , só porque as curitibanas não te deu muita moral vem falar mal delas , se ligue , elas não são atiradas , nem dadas , elas tem charme cara , isso sim que é mulher de verdade ! antes de vim para Curitiba de novo , se informe antes , e aprenda a conquistar mulher .

  19. Paola Says:

    Uns dias em Curitiba não lhe dá o direito de escrever sobre nós, curitibanas.
    Somos sim, mulheres criteriosas! Por isso digo que quem pega mulher curitibana, pega mulher em qualquer lugar do mundo. Somos antipática? Se antipatia for não trocar olhares com um homem enquanto atravessamos a rua, sim! Somos antipáticas! Mas isso não quer dizer que não apreciamos o belo.
    Antes de sair definindo mulheres com conceitos que vc julga ser verdade, procure conhece-las melhor e procure se conhecer também. É bem provavel que o problema seja contigo e não com as curitibanas.

  20. eleandro Says:

    aqui em curitiba nao existem mais curitibanos ,e´gente (feia) de todos os lugares do inferno agora pra pegar mulher facil aqui é só ir a bailes sertanojos que é um verdadeiro galinheiro.

  21. Adriano Says:

    sou de floripa….e a historia e a seguinte…..aqui a mulherada da mole pra cara de fora…e em curitiba com certeza dao mole pra cara de fora tbem…porq passei uma semana ai…e nao tive nenhum problema….as mulheres sao simpaticas…gatas…..e gostam da coisa….dizem e q os homens curitibanos sao muito frouxos….e se algem souber o telefone da francine do video….ela ta pega….prq o cara q ele fala no video….ESSE CARA SOU EU..kkkkkkkkkkkkkkk

  22. Adriano Says:

    ah pra curitibanas….e de todo brasil meu msn adrianoferreirafloripa@hotmail.com cel 48 99751269

  23. Margaret grancoski Says:

    bem, acho que sua pesquisa é totalmente furada. Sou. nativa curitibana e como tantas outras não dou valor à status social. Acho que vc deve ter feito pesquisas com alguma catarinense, carioca ou paulista que estava morando aqui.
    Esse teu site só denegriu a imagem da mulher curitibana.
    Fiquei muito triste com isso.
    Tenho amigos no Rio de Janeiro e ele comentou que as mulheres mais interesseiras são de la. Da uma olhadinha nessa tua pesquisa., ok?

  24. Lukas Says:

    É verdade as mulheres que moram aqui em Curitiba,são muito dificeis,nem olham pra nossa cara,mas se você estiver saindo de dentro de um carrão de luxo elas quase te comem com os olhos,mas sem generalizar porque nem todas são assim claro!

  25. Roger Says:

    A verdade é que essas curitibanas se acham superiores iguais a todas mulheres metidas do mundo,mas quando envelhecem percebem seu erro e daí começam a enxergar os homens com outros olhos,mas aí já é tarde pra elas.

  26. Roberto Says:

    Venho até aqui para desabafar,realmente Curitiba não é o lugar pra se arranjar uma namorada ou um casamento,vejo muita falsidade nas mulheres,interesseiras isso que elas são,beleza para elas é dinheiro,pau,carro,status,dinheiro,carro…São metidas demais,quando você não acha uma metida de nariz empinado,você acaba achando uma piriguete que todo mundo já pegou(esse tipo de mulher que vive em bailão,mãe solteira)porra aí fica dificil pra arranjar uma namorada,eu não me acho melhor que ninguém mas eu não sou de se jogar fora,estou no meu auge tenho 25 anos deis dos 18 trabalhando na mesma área,tenho vários cursos,mas confesso que nem procuro mais um relacionamento sério aqui,perdi o tesão,só vou em busca de sexo não valorizo mais a mulher,nem que tenha que pagar por sexo,um cara da minha idade não deveria estar passando por isso mas fazer o que esse lugar é foda!As mulheres daqui parece que procuram caras tranqueiras,caras casados,to de saco cheio,a cidade em si é boa o que estraga são as pessoas,eu moro aqui a muitos anos e ainda essas coisas me incomodam,mas fazer o que né?SE FODA!!!

  27. Pomarola Says:

    morei 20 anos em Ctba, e esses dias surgiu oportunidade de voltar a morar lá, pois fui convocado por orgao publico, graaaaaaaaaças a deus tb fui convocado em sta catarina e nao precisei assumir em Ctba, Lá é o inferno na terra. as pessoas se ignoram, todo mundo de cara fechada, de mal com a vida, Ctba é o inferno, vai por mim, eu nao volto pra essa merda nunca mais na vida,

  28. Vinicius Says:

    Só quem conhece pra falar dessas mulheres curitibanas,eu vim morar aqui faz anos,não sou daqui e tenho orgulho disso,ultimamente tenho notado que venho me tornando uma pessoa igual a eles,resumindo uma pessoa ignorante e fechada,coisa que eu não era,mas não adianta você se torna assim pelo convívio com eles,mas meu problema verdadeiro é com as mulheres,elas não dão atenção a você,você consegue combinar de sair e consegue sair problema que no outro dia ela não atende o celular,não responde suas mensagens,ou fala que só quer amizade sem nem antes você poder ter a chance de algo com ela,realmente este lugar não é para pessoas que procuram ter um relacionamento,essas mulheres novas só querem saber de modernidade,dinheiro,carro só o supérfluo,o caráter e a honestidade do cara não vale nada!Só porque fazem faculdade se acham superiores te olham com uma cara estranha,mas com certeza tem alguém lá em cima que está vendo tudo isso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 211 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: